Actoil

Blog Actoil

Voltar

Empresa paranaense dá suporte e segurança a hidrelétricas e termoelétricas

09 nov

Actioil fornece produto multifuncional A550 a usinas que somam 5% da geração de energia de todo o país

A Actioil fornece o tratamento multifuncional A550 a oito usinas hidrelétricas e termoelétricas espalhadas em quatro regiões do país – Sul, Centro-Oeste, Nordeste e Norte. Ao todo, as produtoras de eletricidade geram pouco mais de 6 mil megawatts (MW), o equivalente a 5% dos mais de 126 mil MW gerados em todo o país. “Nosso trabalho é um pouco mais complexo nas termoelétricas devido à necessidade de manter as máquinas operando a um menor custo operacional”, explica Jair Duarte, engenheiro químico da companhia.

O uso desse tipo de energia se fez necessário devido à queda dos reservatórios de água das hidrelétricas. Em julho, o sistema apresenta 35,22% de sua capacidade nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, enquanto no Nordeste o índice é inferior a 34%, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) – nas regiões Sul e Norte, o ritmo de trabalho dessas usinas é normal. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, as termoelétricas são acionadas para dividir a geração de energia com as hidrelétricas em momentos de estiagem.

Nesse contexto, é fundamental manter o diesel em pleno funcionamento dentro dos geradores em ambas as usinas. Com o tratamento, evita-se paradas para troca de filtros que possam saturar o sistema e obstrução dos mecanismos devido à borra bacteriana acumulada. “Nas hidrelétricas, nossa atuação também é importante em testes realizados nos geradores para avaliar se estão aptos a funcionar em casos de pane”, esclarece Duarte. Essas verificações são fundamentais, pois, em caso de problemas, o sistema elétrico pode ser retomado por meio de geradores e não há necessidade de desviar a rota de energia de outra geradora.

O motivo para o pleno funcionamento está na fórmula do produto, que conserva as características do Diesel com aplicações contínuas na mistura de 0,1% do total do tanque. O produto detém 22 funções e gera várias melhorias, como o aumento da vida-útil do combustível, redução do risco de contaminação por micro-organismos, formação de película protetora e diminuição da fumaça preta e de gases de combustão.

As usinas termoelétricas atendidas pela Actioil são: Amapari, no Amapá, com capacidade de 23 MW; Santana II (AP), com 47 MW; os 24 MW da Cruzeiro do Sul (AC); Santana – Eletronorte (AP), que gera 178 MW; e a Soenergy (AP), responsável por produzir 45 MW. Outras três plantas atendidas são hidrelétricas: Rosana, no MS, com 372 MW; Complexo Paulo Afonso (BA, SE e AL), uma das principais empresas do país, que gera 4,3 mil MW; e a usina de Salto Ozório, no PR. 

Comentários 0