Actoil

Blog Actoil

Voltar

Associação sugere programa para biodiesel e suas matérias primas

08 abr

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, recebeu representantes da Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio).

Os membros pleiteiam a criação de um programa de estímulo à inovação tecnológica específico para o setor e suas matérias primas, como canola, palma, sebo animal e soja, e outros possíveis produtos derivados.

"Existe uma necessidade de um programa de inovação para agregar mais valor aos produtos agrícolas brasileiros, hoje exportados in natura, em grande parte", defendeu o presidente da Caramuru Alimentos, Alberto Borges de Souza, integrante do Conselho de Administração do Aprobio.

"Com mais inovação, o setor poderá obter ganhos maiores nas exportações – isso geraria benefícios, por exemplo, em termos de emprego e renda no território brasileiro", afirmou Souza.

A equipe apresentou dois projetos de inovação relacionados ao setor: desenvolvimento de biodiesel de canola em Passo Fundo (RS) e pesquisas com proteína concentrada de soja em Sorriso (MT). A unidade industrial mato-grossense exporta ração de salmão para o Chile e a Noruega e planeja produzir biodiesel e etanol a partir de açúcares extraídos da leguminosa.

Também participaram da reunião o diretor superintendente da Aprobio, Julio Cesar Minelli, o pesquisador da Universidade de Passo Fundo (UPF) Marcos Alexandre Cittolin e o ex-deputado estadual em Goiás pelo PCdoB Fábio Tokarski, engenheiro civil e professor da Universidade Federal de Goiás (UFG).

 

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Comentários 0